Outland – De volta aos velhos tempos!

Olá amigos!

Depois de não ligar meu Xbox por mais de 30 dias(isso é grave eu sei!), voltei a jogar esse fim de semana e não poderia deixar de recomendar mais um ótimo jogo!
Antes da abstinência, eu já havia baixado o trial do game Outland, porém só o pude testar agora e vos digo: que BELA surpresa!

Ultimamente, vinha  me questionado se a geração atual de jogos não estaria perdendo um fator “lúdico”. Chamo de fator “lúdico” aquele “mistério”, aquela vontade de continuar jogando que você não sabe de onde vem, aquele espanto fase após fase, que eu costumava ter principalmente na era dos 16bits com o grandioso SNES! Creio que este fator “lúdico” tenha muito a ver com a CRIATIVIDADE, que anda meio em falta hoje em dia no games…

Eis então, que logo após apertar “Jogar” no Outland, senti um quê de nostalgia que não sentia a muito! Quase como se meu console tivesse se transformado num SNES de uma década e meia atrás!

Talvez toda esta nostalgia se deu pelo fato de logo nas primeiras telas ter vindo à mente uma avalanche de cenas de jogos antigos como o Flashback e o Out of  This World mas com certeza Outland tem muitos outros atributos!

Um deles é a simplicidade e engenhosidade que foram aplicadas à lógica do jogo. O game tem uma temática maia/asteca, com seus símbolos e figuras, e você está na pele de um guerreiro a procura de uma cura e tem à sua disposição poderes da luz e da escuridão(azul e vermelho respectivamente).

Você pode trocar os poderes a todo momento; Se o personagem está azul, poderá interagir positivamente/ficar imune aos itens azuis do cenário e sofrerá/infringirá danos aos itens e inimigos em vermelho. O contrário também é válido. (li alguma coisa comparando a lógica de Outland com a de Ikaruga, mas nunca  joguei o segundo)

A lógica dentro do game é mais fácil de entender do que a explicação(hehe),  mas com esta jogada aparentemente simples, os produtores fizeram um jogo muito versátil e que exige habilidade.
Some-se a isto bons efeitos sonoros, música ambiente na medida certa e gráficos e cenários extremamente bonitos e trabalhados, e você terá uma boa visão desta obra de arte!

A melhor definição para o game que arrumei conversando com meu primo foi: junte as cores de Braid com os cenários de Limbo e temos Outland.
Uma obra espetacular e altamente recomendada se você curte games de plataforma, feitos à moda antiga e é um real apreciador da décima arte.

Com certeza absoluta, seu deleite será proporcional ao tamanho da sua tv! 😉

O jogo está disponível para XboxLive e PSN.
Na Live custa 800 MSP e sem dúvidas vale muito mais que isso!

Enjoy!

Vídeo

0 Responses to “Outland – De volta aos velhos tempos!”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 202 outros seguidores

Comentários

Ivan Carlos em Teste
Talvane em Teste
Raphael Aguiar em Teste
Renato Reish em Teste
Leonardo Passos em Teste
Leonardo Passos em Teste
Adriano Gorrasi em Teste
Luciano em Teste
Rodrigo Silveira em Teste
Papaidilda em Teste
ricardo em Logitech Driving Force GT
Ana em Patrulha Estelar (Star Bl…
Vitor em Comando do pessoal do blog no…
Karl Willy klumpp em Comando do pessoal do blog no…
anderson em Logitech Driving Force GT

Twitter – RSeiti

Twitter – Bruno Juliao


%d blogueiros gostam disto: